Foto: Pedro Ribas/SMCS

Atualmente, sete faixas exclusivas funcionam na cidade, nas ruas XV de Novembro, Marechal Deodoro, Conselheiro Laurindo, Desembargador Westphalen, General Mário Tourinho, André de Barros e Alfredo Bufren.

Segundo a superintendente de Trânsito da Secretaria Municipal da Defesa Social e Trânsito de Curitiba, Rosângela Battistella, a implantação das faixas exclusivas para o transporte coletivo diminui em até 74% o tempo de deslocamento dos ônibus.

Para a superintendente, a criação das novas faixas permitirá a integração entre Pinhais, na Região Metropolitana, e o Terminal Centenário, reduzindo também o tempo de operação de algumas linhas.

Rosângela Battistella lembra que outros meios de transporte também podem utilizar as faixas exclusivas, mas os veículos particulares só podem acessar essas vias quando forem fazer alguma conversão e a utilização indevida é passível de multa.

A multa tem o valor de R$ 293,47 mais sete pontos na carteira de habilitação e a possibilidade de remoção do veículo.

As novas faixas exclusivas serão implantadas na Rua João Negrão (entre as ruas André de Barros e Almirante Gonçalves); na Rua Alfredo Bufren (entre as ruas Presidente Faria e Tibagi); na Avenida Marechal Deodoro (entre a Rua Ubaldino do Amaral até a Praça das Nações); na Rua Emiliano Perneta (entre as ruas Dr. Muricy e Visconde de Nácar); na Rua Amintas de Barros (entre as ruas Conselheiro Laurindo e Ubaldino do Amaral); e na Rua Imaculada Conceição (da altura do portão de entrada da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR até a Linha Verde).

Repórter William Bittar