explosao-agua-verde-projeto-de-lei-impermeabilizacao
Foto: SMCS
Terrazza Panorâmico

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou o regime de urgência ao projeto que veda o uso de produto químico inflamável e prevê novas regras para impermeabilização ou blindagem de estofados e outros bens em locais fechados ou parcialmente fechados em Curitiba. 

Com isso, a proposição será votada em plenário na sessão da próxima segunda. O trâmite diferenciado foi defendido pelo vereador Colpani (PSB), autor da matéria. Segundo ele, o assunto é de interesse público, e já esperou demais para ser avaliado no Plenário da Câmara.

Colpani comentou ainda a existência de um decreto municipal que também trata do tema. Para o vereador, um decreto poderia ser alterado com facilidade

Se aprovada pelos vereadores, nos dois turnos de votação, e sancionada pelo prefeito, a norma se chamará Lei Mateus Henrique Lamb, nome da vítima de 11 anos, morta em decorrência da explosão que ocorreu em um apartamento no bairro Água Verde.

O acidente ocorreu no dia 29 de junho. Outras três pessoas ficaram gravemente feridas.

Repórter Fábio Buchmann