Terrazza Panorâmico

Em uma semana, o número de casos confirmados de dengue no Paraná subiu 37%, passou de 257 para 354 casos.

Os dados estão no último boletim epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (17) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Dos casos confirmados, 294 são autóctones, ou seja, foram contraídos no mesmo município em que a pessoa infectada vive. Além disso, mais 10 cidades registraram casos pela primeira vez desde o início do levantamento epidemiológico, em agosto.

3.355 casos suspeitos da doença foram notificados em 195 municípios paranaenses. 1.204 deles foram descartados.

Risco

Os municípios com maior número de casos confirmados são: Londrina (25), Foz do Iguaçu (23) e Uraí (19). Já os municípios com maior número de casos suspeitos notificados são: Londrina (660), Foz do Iguaçu (377) e Maringá (282).

De acordo com o boletim, cinco municípios estão em situação de alerta de epidemia da doença: Floraí, Inajá, Uraí, Flórida e Indianópolis.

1º caso de Chikungunya

O mosquito Aedes aegypti também é responsável pela transmissão do Zika Vírus e da Chikungunya. Segundo o boletim desta semana, foram notificados 39 casos de suspeita de Chikungunya e um confirmado no município de Araucária, na região de Curitiba. Além disso foram notificados 8 casos de suspeita de Zika Vírus no Paraná e nenhum confirmado.

Dengue: fique por dentro de ações para evitar o avanço da doença!

Repórter Lucian Pichetti