O Boticário doou itens de higiene para combater a Covid-19

O Boticário doou itens de higiene para combater a Covid-19
Foto: Grupo Boticário

Em 1977, o recém-formado bioquímico Miguel Krigsner resolveu abrir a própria farmácia de manipulação na rua Saldanha Marinho, no Centro de Curitiba. Nascia assim O Boticário.

Com o tempo o empresário percebeu que podia ampliar a oferta de produtos e passou a desenvolver fragrâncias.

Dois anos depois, em 1979, O Boticário abriu uma loja no Aeroporto Internacional Afonso Pena. Era o início da maior rede de franquias do Brasil. O negócio cresceu e, em 1982, foi fundada a primeira fábrica, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Eduardo Fonseca, diretor de assuntos institucionais do Grupo Boticário, conta que a relação com o Paraná é muito importante para história da empresa.

Hoje, são 4 mil lojas em todos os estados do país e em cidades internacionais, com 12 mil colaboradores. Além disso, o Boticário é detentor das marcas Eudora, Quem Disse Berenice, Beauty Box, Vult e Beleza na Web.

No setor social, O Boticário doou mais de 200 toneladas de itens de higiene para o combate à Covid-19.

Repórter Francielly Azevedo