Foto: Márcio Adélcio/PRF / imagem ilustrativa

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordou os dois ônibus na BR 476, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Os veículos eram clandestinos, saíram de Lagoa dos Três Cantos, no Rio Grande do Sul, e seguiam para São Paulo, capital.

O policial rodoviário federal, Márcio Nichele, participou da abordagem realizada nesta segunda feira (22) e contou quais as irregularidades identificadas.

O que chamou a atenção da polícia é que a maioria dos passageiros era estrangeira. Havia 41 passageiros ao todo, e apenas quatro eram brasileiros. Eles apresentaram documentos de sete países: Bangladesh, Bolívia, Egito, Haiti, Paquistão, Senegal e Peru.

As condições de higiene dos veículos eram precárias. Os passageiros não tinham acesso ao banheiro durante a viagem. Ainda segundo a polícia, as mercadorias bloqueavam os corredores.

A Receita Federal deve fazer uma vistoria detalhada nesta terça feira (23) para certificar a regularidade dos produtos.

Os dois ônibus foram encaminhados pela PRF para um pátio da Agência Nacional de Transportes Terrestres em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. Os veículos devem ficar retidos por pelo menos três dias. Os passageiros foram levados para a rodoviária de Curitiba.

A polícia não divulgou o nome da empresa de transportes envolvida na irregularidade.

Repórter Ana Krüger

1 Comentário

  1. O Uber é uma bênção para a população, porque táxi é caríssimo e cobra o olho da cara. Os do aeroporto então…cobram uma fortuna. Isto não é serviço e é vergonhoso uma cidade como Curitiba permitir tamanha exploração. Se uma pessoa pegar um taxi no aeroporto para Curitiba ou vice versa e ela ganhar 4.000 reais de salário por mês ela trabalhou de graça. Melhor ficar em casa.

Deixe uma mensagem