gaeco-operacao-hackers-fraude-transacoes-bancarias-online
Foto: Divulgação
Terrazza Panorâmico

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná prendeu um homem suspeito de fraudes em transações bancárias online na manhã desta quinta-feira(12) em Curitiba, no âmbito da operação Open Doors, que apura crimes praticados por um grupo de hackers.

Além do mandado de prisão, também foram cumpridos no Paraná cinco mandados de busca e apreensão (dois em Curitiba, dois em Campo Mourão e um em Ponta Grossa).

Foram apreendidos em Curitiba – no apartamento do hacker preso – mais de R$ 600 mil em dinheiro e dois 2 veículos. Em Campo Mourão, foram apreendidos três veículos e cerca de R$ 38 mil, além de cartões bancários e equipamentos.

Os mandados foram expedidos pelo Juízo da comarca de Barra Mansa, no Rio de Janeiro, e integram operação deflagrada pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Rio de Janeiro. Também são cumpridos mandados nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e São Paulo.

De acordo com as investigações, os hackers praticavam crimes patrimoniais, como a subtração de valores de contas bancárias de terceiros por meio de fraudes realizadas em sites falsos.

Repórter Vanessa Fernandes