Foto: Divulgação/Polícia Civil
Terrazza Panorâmico

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, da Polícia Civil realiza nesta terça-feira uma operação contra uma rede de pet shops de Curitiba. Sócios e funcionários da empresa são suspeitos por maus-tratos a animais, estelionato e falsificação de documentos privados. São 11 mandados de busca e apreensão em endereços de Curitiba e São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Na Capital, os policiais fazem buscas nos bairros Batel, Hauer, Portão, Boqueirão, Pinheirinho, Centro e Campo Comprido, sendo que dois dos locais são em shoppings da cidade. Em São José dos Pinhais, as buscas são no Centro e no bairro Faxina.

A empresa investigada atua na venda de filhotes de cães de raça, tem canil e clínica veterinária. Segundo as investigações, o grupo enganava os clientes, que adquiriam animais a alto custo acreditando em sua procedência, mas na verdade recebiam animais com doenças pré-existentes e com pedigree falsificado. Também há indícios de que os animais sofriam maus-tratos.

Mais informações em breve