Foto: EBC
Terrazza Panorâmico

O Paraná está em situação de alerta devido ao surto de sarampo. Mais 43 casos foram confirmados, segundo o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde. São 316 pessoas que estão ou que tiveram a doença desde o mês de agosto.

Ainda de acordo com o boletim, 20 das 22 regionais da saúde tiveram casos confirmados ou estão com notificações sob investigação. A situação é crítica e pode se agravar, segundo o chefe da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria de Estado da Saúde, Renato Lopes.

Como o Paraná está em alerta, Lopes ressalta a necessidade de vacinação contra a doença.

Segundo Renato Lopes, jovens de 20 e 29 anos estão sendo os mais atingidos pelo vírus do sarampo.

Este é o público-alvo da segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra a doença, que começa no dia 18 de novembro e vai até o dia 30. E os jovens são um desafio para o cumprimento de metas de imunização, ao contrário das crianças, que eram o público-alvo da primeira fase.

O chefe da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria de Estado da Saúde relembra os sintomas do sarampo.

Você pode conferir a entrevista na íntegra abaixo: