Terrazza Panorâmico

O Paraná Clube entrou em campo, nesta terça-feira (19), em Santa Catarina, onde jogou com o Criciuma, em partida válida pela 37.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Se ainda tinha chances matemáticas remotas, mesmo tendo que torcer por uma combinação improvável dos adversários diretos por uma vaga no G-4, os planos de classificação para a elite do futebol nacional no ano que vem foram definitivamente por água abaixo, com o resultado de um a um contra o Tigre.

No Estádio Heriberto Hülse, o Tricolor até abriu o marcador, com Guilherme Santos, aos 33 minutos do primeiro tempo. O placar parcial mantinha as esperanças dos jogadores, da comissão técnica e da torcida. Mas aos 40 da segunda etapa, Léo Gamalho deixou tudo igual e reascendeu as expectativas da equipe catarinense em escapar da degola.

Na última rodada, o Paraná Clube enfrenta o Botafogo de Ribeirão Preto, na Vila Capanema, no sábado (30), às 16h30.

Outra equipe paranaense que jogou nesta terça-feira (19) foi o Operário. O time recebeu o Vitória, no Estádio Germano Krüger e perdeu mais uma. A quarta, em sequência.

Na sua última partida em casa, na competição, o Fantasma foi derrotado pela equipe baiana, pelo placar de dois a um. Os gols foram de Léo Gomes e Thiago Carleto para o Leão e de Allan Vieira para o Operário.

O resultado voltou a fixar o time de Ponta Grossa no meio da tabela de classificação. E sacramentou a permanência do Vitória na Série B, em 2020.

O próximo compromisso do Fantasma, também no sábado, às 16h30, é contra o Figueirense, em Florianópolis, no Estádio Orlando Scarpelli.

Repórter Marcelo Ricetti