Foto: Reprodução / CBF
Terrazza Panorâmico

O clássico paranaense entre Paraná Clube e Coritiba, pela 26.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na Vila Capanema, foi marcado por um fato lamentável. No primeiro tempo, quando o tricolor vencia por dois a zero, a partida foi paralisada, por 17 minutos, por conta de um confronto entre membros de duas torcidas organizadas do Coritiba.

A Polícia Militar precisou intervir, inclusive com a utilização de spray de pimenta e de bombas de efeito moral. Algumas pessoas passaram mal e precisaram de atendimento médico. Duas torcedoras foram encaminhadas ao hospital mais próximo, pelas duas ambulâncias que estavam no estádio. E o jogo não recomeçou, até a volta da primeira delas, 13 minutos depois.

Com a bola rolando, a partida foi novamente interrompida, já que na ambulância que retornou à Vila Capanema não havia médico. Quatro minutos mais tarde, a segunda viatura também chegou.

E, como os médicos das duas equipes se disponibilizaram à arbitragem, o jogo foi reiniciado, mais uma vez. O primeiro tempo terminou com o mesmo placar de antes de toda esta situação: Paraná Clube  2  X  0  Coritiba.

Na segunda etapa, o time do Alto da Glória seguiu sem criatividade e com pouca agressividade ao adversário, em raros lances de finalizações. Assim, o placar permaneceu inalterado, até o apito final.

Com o resultado, o Paraná assumiu a 7.ª posição, com 38 pontos. E encostou no G-4, com um ponto a menos do que o 4.º, Botafogo-SP. Já o Coritiba, caiu para a 8.ª colocação, com 37.

Na próxima rodada, o tricolor vai a Ponta Grossa, onde enfrenta o Operário, na terça-feira (08), às 19h15. E o alviverde recebe o Guarani, nos mesmos dia e horário.  

Repórter Marcelo Ricetti