Foto: Pixabay

A Secretaria de Estado da Saúde confirmou mais dois casos de febre amarela no Paraná. O boletim desta semana, divulgado nesta quinta-feira (7), indica que há dois pacientes com a doença em Adrianópolis, na Região Metropolitana de Curitiba.

O município faz divisa com o Estado de São Paulo, onde a doença vive um surto desde o ano passado. Um dos pacientes, inclusive, está internado na capital paulista. O outro apresenta uma forma mais leve da febre e recebe tratamento em Adrianópolis mesmo.

Três casos confirmados

Agora, são três casos confirmados da doença no estado. O primeiro foi no dia 29 de janeiro, em Antonina, no litoral.

O paciente é um jovem de 21 anos, que mora na cidade. Ele foi internado no Hospital Regional de Paranaguá e já foi liberado. O Paraná não tinha registros da doença desde 2015.

Ainda conforme a Secretaria da Saúde, 38 casos notificados de febre amarela são investigados no estado. Destes, 25 já foram descartados por exames de laboratório.

Parques Fechados

Como medida de precaução, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) fechou as Unidades de Conservação do Litoral Paranaense e Vale do Ribeira para visitação até o fim de março, período em que acaba o verão.

Acesse o link para saber tudo sobre as ações de prevenção da doença

Confira as Unidades de Conservação interditadas:

Parque Estadual do Boguaçu

Parque Estadual Pico Paraná

Parque Estadual Roberto Ribas Lange

Parque Estadual do Palmito

Parque Estadual da Graciosa

Parque Estadual do Pau Oco

Parque Estadual Rio da Onça

Parque Estadual Serra da Baitaca

Caminho do Itupava

Parque Estadual Pico do Marumbi

Parque Estadual das Lauráceas

Parque Estadual Campinhos

Repórter Lucian Pichetti