Foto: AEN

O Paraná foi o único estado da Região Sul a manter o crescimento do emprego em maio, com 1.431 novos postos de trabalho abertos.

Por outro lado, Santa Catarina perdeu cerca de 1.100 vagas e o Rio Grande do Sul, mais de 11.000.

No ano, o Estado é o quarto do País que mais contratou, tirando quase 40 mil pessoas do desemprego, um crescimento de aproximadamente 5% em relação a abril.

Apenas São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina tiveram resultados melhores.

Os destaques do mês ficaram com os setores da Construção Civil, de Serviços e da Administração Pública. O levantamento é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério da Economia, que foi divulgado nesta quinta-feira.

A capital paranaense lidera, no acumulado de maio, o ranking da geração de empregos dos municípios paranaenses, seguida por Pato Branco, Maringá e Araucária.

Já no acumulado do ano, os quatro primeiros colocados são Curitiba, Maringá, Cascavel e Pato Branco.

O Brasil criou pouco mais de 132 mil vagas formais de emprego em maio. Este é o melhor resultado para o mês, desde 2016.

No ano, o acumulado está em cerca de 474 mil vagas, apresentando um aumento de 1,24% em relação ao mesmo quadrimestre do ano passado.

Repórter Marcelo Ricetti