Foto: Reprodução/AEN

O último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado registrou mais três casos de mortes confirmadas pela doença nos municípios de Londrina, Maringá e Cascavel.


No total desde o início da contagem epidemiológica em julho de 2018, foram oito mortes por dengue no Paraná. Os registros anteriores foram confirmados em Londrina, quatro casos, e em Cascavel, um caso de morte.


O boletim semanal apresentou ainda 4.970 casos confirmados no Paraná, com 779 casos a mais que na semana passada. Deste total, 4.782 são autóctones, aqueles que foram contraídos na cidade onde a pessoa reside, e 188 são casos considerados importados, o que significa que a pessoa pegou dengue fora da cidade onde mora.


O boletim semanal mostra também aumento do número de municípios com casos confirmados: eram 170 e agora são 181.
Notificações e casos em investigação foram registrados em 319 cidades.

Os municípios com maior número de casos confirmados são Londrina, com 762, Foz do Iguaçu, com 431, e Japurá, com 338.
Estão classificados em situação de risco de epidemia 78 municípios paranaenses.


A Secretaria de Estado da Saúde alerta à população que a eliminação de focos do mosquito é a principal forma de combate à dengue; se não tem foco do Aedes aegypti não tem doença grave e por isso a importância do envolvimento de toda comunidade na prevenção.

Manter a casa livre dos focos e criadouros é fundamental para prevenção da dengue.

Repórter Vanessa Fernandes