O boletim semanal da febre amarela, divulgado nesta quarta-feira (17), pela Secretaria de Estado da Saúde, não registrou novos casos da doença no Estado. Porém, o Paraná segue em alerta. São 15 casos confirmados, incluindo uma morte. 85 ocorrências estão em investigação. Outros 269 registros já foram descartados. De acordo com o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, a vacina é segura e a única forma eficaz de proteger a população. Ela demora 10 dias para fazer efeito, portanto, é importante que a população com idade de 9 meses a 59 anos, se vacine o quanto antes. O secretário reforça a importância de as pessoas tomarem a vacina e estimularem parentes, amigos e vizinhos a fazerem o mesmo.

Mais uma morte de macaco foi confirmada na Terceira Regional de Saúde, em Jaguariaíva, nos Campos Gerais. No total, são seis casos. Além deste, outros ocorreram em Castro, na mesma região, além de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, e Antonina, Morretes e Paranaguá, no Litoral. Outras 28 ocorrências estão em investigação e 54 já foram descartadas.