Foto: Daniel Castellano/SMCS

Fechada desde novembro de 2016, a passarela do Parque Tanguá passou por reparos e deveria ter sido reaberta nesta terça-feira (12). Eu disse deveria porque a chuva que chegou a capital nesta terça-feira mudou a programação das atividades.

A passarela foi fechada quando parte de uma rocha se desprendeu arrebentando um trecho da estrutura, toda construída em madeira. Desde então o ponto que não recebia mais frequentadores por medida de segurança, passará não só a receber os visitantes como contará também com visitas guiadas.

De acordo com a secretária municipal de meio ambiente Marilza Dias, o local será um laboratório para estudos de universidades e demais pessoas interessadas nas formações geológicas da região.

Ainda segundo a secretária Marilza Dias, não há nova data para a abertura da passarela, mas as visitas guiadas que devem acontecer em todos os sábados pela manhã já podem ser agendadas.

Além da reabertura da passarela, o Parque Tanguá passará a ser a 22ª Reserva Particular do Patrimônio Natural Municipal com 6 mil metros quadrados de área, no bairro Abranches.

Repórter Vanessa Fernandes

Deixe seu comentário