Foto: Pixabay

Desde o início de 2019, dezenas de imigrantes haitianos têm sido presos pela Polícia Federal em Curitiba, por apresentarem falsas Certidões Consulares, para regularização da situação imigratória no Brasil.

Em Curitiba, a instituição credenciada pelo Consulado do Haiti, que fica em Brasília, é a Pastoral do Imigrante que funciona na Paróquia São José em Santa Felicidade.

De acordo com o diretor do Centro de acolhida dos imigrantes, Padre Gustov Lucien ainda não se sabe quem está emitindo a documentação falsa para os haitianos. Mas ele orienta que a pastoral é a única instituição credenciada em Curitiba para solicitar essa documentação.

Além das certidões para regularização imigratória, padre Gustov Lucien fala sobre os outros serviços que podem ser obtidos junto à pastoral, não só para os haitianos, mas para todos os imigrantes.

O diretor do centro de acolhida alerta a todos os imigrantes que a instituição não recebe valores em dinheiro, é o próprio imigrante que efetua o depósito bancário em conta do Consulado para obtenção da documentação.

Mensalmente a pastoral recebe aproximadamente 250 imigrantes e mais do que regularizar a situação destas pessoas, faz a acolhida, auxilia na moradia e encaminha para a conquista do primeiro emprego no Brasil, como conta padre Gustov.

De acordo com a Pastoral do Imigrante as Certidões Consulares custam em média R$ 60.  A Paróquia São José, onde fica a Pastoral do Imigrante fica na Avenida Manoel Ribas, 6252, no Bairro Santa Felicidade em Curitiba. O telefone de contato é o 3272-0466.

Repórter Vanessa Fernandes