Foto: Pixabay
Terrazza Panorâmico

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) divulgou pesquisa de opinião que aponta que 59,3% dos empresários do estado possuem expectativa favorável para este segundo semestre. O estudo, que mede a previsão de faturamento das empresas, não apontava nível de expectativa favorável tão expressivo para um 2º semestre desde 2011, quando o índice foi de 71%.

Nas edições anteriores, referentes ao 1º semestre de 2019, o percentual de expectativa favorável foi de 73,2%, e para o 2º semestre de 2018 havia sido de 51,8%.

Ainda que o segundo semestre conte com mais datas comemorativas que motivam o consumo, como o Dia dos Pais, Dia das Crianças, Black Friday e Natal, além do pagamento de 13º salário, a confiança empresarial em 2019 foi mais alta no início do ano, pois refletia um momento de expectativa por mudanças no campo político. A pesquisa atual traduz algumas frustrações do empresariado, que ainda não tem vislumbrado efetiva melhora do contexto macroeconômico do país.

Mesmo com a maioria dos empresários se sentindo mais segura, 19,4% dos entrevistados pela Fecomércio PR estão com expectativa desfavorável para o 2º semestre, o que representa uma piora de 14,5 pontos percentuais em relação ao semestre anterior, em que o nível de expectativas desfavoráveis atingia apenas 4,9% dos empresários. 

Outros 17% dos gestores de empreendimentos do comércio de bens, serviços e turismo mostram incerteza em relação ao futuro e ainda não possuem uma opinião definida para os próximos meses.  Já os empresários que têm expectativa indiferente, ou seja, que acreditam que o próximo semestre não será nem melhor nem pior, correspondem a 4,3%.

Repórter Vanessa Fernandes