Foto: Reprodução/EBC

Dia 28 de dezembro, esta sexta-feira, é o último dia prazo para que os trabalhadores retirarem o abono salarial do PIS/Pasep referente ao ano-base de 2016. Mais de 16 bilhões já foram pagos em todo o país a 22.700 pessoas, mas restam R$ 1,3 bilhão a serem resgatados.

Tem direito ao valor quem estava inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos, trabalhou formalmente por ao menos 30 dias no ano de 2016, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos e teve seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

A quantia a que cada pessoa tem direito vai depender do tempo em que ela trabalhou formalmente naquele período. Quem esteve empregado o ano todo recebe o valor cheio, que equivale a um salário mínimo (R$ 954). Já quem trabalhou por apenas 30 dias, recebe o valor proporcional ao mês.

Os trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa Econômica Federal. A consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-726-0207. Para os servidores públicos, a referência é o Banco do Brasil, que também fornece informações pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-729-0001.