Foto: Policia Civil
Terrazza Panorâmico

Um homem de 48 anos foi preso em Curitiba, suspeito de ter jogado ácido em cinco pessoas, sendo quatro mulheres e um adolescente, em junho deste ano, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O homem estava escondido aqui em Curitiba e foi preso na última sexta-feira (04), por policiais do Rio Grande do Sul, com o apoio do Cope – Centro de Operações Policiais Especiais da Polícia Civil.

Além da prisão, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão, sendo dois no Paraná e um em Porto Alegre. Foram apreendidos materiais que serão encaminhados à perícia para análise química, além de equipamentos de informática.

O homem também é suspeito de ter feito uma carta incitando outras pessoas a praticarem o mesmo ato, queimando pessoas com ácido.

O delegado titular do Cope, Rodrigo Brown falou a respeito da prisão deste homem e o papel desempenhado pela polícia do Paraná na prisão deste homem.

Rodrigo Brown conta ainda que o homem preso, estava residindo em Curitiba onde havia se estabelecido comercialmente como proprietário de uma agência de turismo. O suspeito foi preso nesta agência, local em que a polícia encontrou material que suspeita ser o ácido, mas que ainda passará por perícia para se saber do que se trata.

O homem preso no Paraná já foi encaminhado para o Rio Grande do Sul e poderá responder pelos crimes de lesão corporal grave e tentativa de homicídio.

Repórter Vanessa Fernandes