Foto: Polícia Civil
Terrazza Panorâmico

Doze pessoas foram identificadas suspeitas de participação nas agressões contra três moradores de rua na Avenida Sete de Setembro, após o jogo entre Athletico e Internacional, no último dia 14 de julho. Os vídeos da selvageria viralizaram nas redes sociais na época dos fatos.

De acordo com o delegado Nasser Salmen, da Delegacia Móvel de Atendimento ao Futebol e Eventos, os envolvidos podem ser indiciados por tentativa de homicídio.

Nas imagens é possível ver torcedores do Athletico e membros de uma torcida organizada agredindo violentamente as vítimas. Uma delas chega a ficar desacordada no meio da rua, enquanto os integrantes do grupo continuam com os ataques com uma barra de alumínio.

Segundo o delegado, um dos autores se vangloriou da maneira como agrediu as vítimas.

De acordo com as investigações da Polícia Civil, os suspeitos teriam se ofendido, pois as vítimas, que também seriam torcedores Athletico, teriam respondido a um “grito de guerra” do grupo, fazendo referência a outra torcida organizada do próprio clube.

Duas das vítimas identificadas são parentes, tio e sobrinho, eles abrigavam-se em marquises dos prédios da região e em dia de jogos aproveitavam para cuidar de carros. A terceira vítima não foi identificada e de acordo com testemunhas, não apareceu mais na região desde o ocorrido. Nenhum deles procurou a polícia, acredita-se que por medo.

Segundo o delegado, se as vítimas não aparecerem, os envolvidos não poderão responder pelo crime de tentativa de homicídio.

Veja vídeo: (ATENÇÃO – IMAGENS FORTES)

Vídeo: ASCOM Polícia Civil

Repórter Francielly Azevedo