Foto: Reprodução / UEPG
Terrazza Panorâmico

A Carta foi encontrada na tarde desta quinta-feira em um dos banheiros que ficam no Campus Uvaranas. O texto cita o atentado na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, onde oito pessoas morreram, e o ataque na cidade de Christchurch, na Nova Zelândia, onde um atirador, que foi preso, deixou cerca de 50 mortos em uma mesquita.

Um dos trechos diz que o futuro atentado contra a UEPG vai ocorrer em até 3 anos, e será a maior execução de alunos e professores já vista em todo o mundo.

O conteúdo da carta foi compartilhado em redes sociais e gerou um clima de tensão. A Reitoria da UEPG acionou a polícia assim que o bilhete foi encontrado, e fez um pedido para que haja calma neste momento.

Nagib Nassif Palma, Delegado Chefe da 13ª SDP, disse que imagens serão analisadas para que a polícia localize o autor das ameaças

Em nota, a reitoria da UEPG informou que já solicitou o reforço da vigilância interna e acionou os órgãos de segurança externos. Diz a nota ainda que há carros da polícia e agentes de segurança interna fazendo vistorias no Campus.

A universidade diz também que ameaças semelhantes já foram registradas em outras universidades brasileiras e estão sob investigação dos órgãos competentes.

Repórter Fábio Buchmann