População quer mais investimentos em obras, segurança e saúde

População quer mais investimentos em obras, segurança e saúde
Foto: Câmara Municipal de Curitiba

As áreas de Obras, Saúde e Segurança concentraram o maior número de pedidos da população curitibana para receber melhorias e mais investimentos no próximo ano. Juntas, essas três áreas receberam 63% de todas as participações na consulta pública realizada pela Câmara Municipal de Curitiba, no mês de outubro, para definir as prioridades da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021.

O resultado da consulta foi apresentado nesta quarta-feira (4), durante uma audiência pública realizada pela Câmara Municipal, com participação da Secretaria Municipal de Finanças de Curitiba.

As principais demandas na área de Obras, por exemplo, contemplam melhoria de asfaltos, sinalizações de trânsito, construções e reformas.

Já na área de Segurança, os principais pedidos foram para aumento do efetivo da Guarda Municipal, iluminação pública e videomonitoramento.

E na área de Saúde, as demandas são para agilidade no atendimento, distribuição de medicamentos e melhorias nas Unidades Básicas de Saúde.

O diretor de Orçamento da Secretaria Municipal de Finanças de Curitiba, Carlos Eduardo Kukolj, que participou da audiência pública, confirmou a estimativa de R$ 9 bilhões de receitas para o ano que vem.

No entanto, Carlos Eduardo Kukolj, lembrou que as atividades econômicas ainda não se recuperaram da pandemia do novo coronavírus e isso impacta diretamente na arrecadação do município.

Ao todo, foram 1.635 participações populares na consulta pública realizada pelo Legislativo Municipal. As sugestões foram repassadas aos vereadores que, a partir das demandas apresentadas pela população, podem sugerir emendas à Lei Orçamentária Anual. O texto final da LOA 2021 deve ser votado em plenário no mês de dezembro.

Repórter William Bittar