Foto: Divulgação / SEJUSP

O posto do Instituto de Identificação do Paraná (IIPR), na Rua Nicarágua, no bairro Bacacheri, em Curitiba, está com agendamento de RG suspenso desde o dia 1º de agosto. No local permanece um funcionário indicando que todo o processo foi transferido para o posto da Rua José Loureiro, no Centro.

No último dia 26 de junho, nós já relatamos aqui o fechamento da unidade do Instituto de Identificação no Bairro Portão. Os serviços também foram transferidos para o Centro. Na ocasião, a CBN Curitiba acompanhou os transtornos dos moradores para conseguir a emissão do documento de identidade.

As mudanças acontecem porque foi firmado um convênio com a Prefeitura de Curitiba para ampliar a confecção de carteiras de identidade nas dez Ruas da Cidadania. Pelo convênio, a prefeitura cede o espaço e dois servidores para trabalhar junto a papiloscopistas do Instituto de Identificação do Paraná.

Por enquanto, apenas as Ruas da Cidadania do Carmo, Fazendinha, Cajuru, Pinheirinho e Bairro Novo já estão em funcionamento. Conforme a Secretaria de Segurança Pública do Paraná, nestas cinco Ruas da Cidadania estão sendo feitos em média 550 novas carteiras de identidade por semana. E, se contar com o Posto Central do Instituto o número por semana supera 1.300 unidades.

As unidades do Boa Vista, Santa Felicidade, Cidade Industrial, Tatuquara e Matriz devem começar a funcionar em breve, conforme a SESP.

Em nota, nesta quinta-feira (9), o Instituto de Identificação do Paraná (IIPR) comunicou que não há problemas com o sistema de agendamento para o procedimento de emissão de RG, o qual só é possível realizar pela internet, por meio do site do IIPR. Foram confeccionadas quase 700 mil RG’s ao longo de 2017 e somente neste ano já foram mais de 400 mil novas identidades. No Paraná são confeccionados cerca de 2.300 mil documentos de identidade por dia.

Além disso, o IIPR informou que IIPR implantou a segunda via rápida, onde as pessoas com documento de identidades feitos em até cinco anos, podem solicitar a segunda via pelo site do Instituto de Identificação. Conforme o órgão, por dia, são solicitados mais de 600 documentos.

Por fim, o Instituto faz um apelo à população que faz o agendamento e não comparece. Segundo a unidade, mais de 30% dos agendamentos online não são realizados, pois o solicitante não comparece nos postos para a confecção do documento. O que, segundo o órgão, também atrapalha o serviço prestado à sociedade.

Repórter Francielly Azevedo