Foto: Reprodução/EBC
Terrazza Panorâmico

Em maio de 2019, o custo do conjunto de alimentos que compõem a cesta básica diminuiu em 13 capitais, de acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). O estudo foi realizado em 17 cidades, em Curitiba o valor da cesta básica caiu em 2,28%.

As quedas mais importantes foram observadas em Campo Grande com 13,92% abaixo do levantamento anterior, seguida por Belo Horizonte queda de 7,02% e Goiânia com queda de 4,48%.

A capital com a cesta básica mais cara no país foi São Paulo com custo de R$ 507,07. Apesar da queda no custo dos produtos, a cesta básica em Curitiba ainda é a sétima colocada no ranking das mais caras entre as 17 capitais avaliadas. O valor da cesta básica em Curitiba ficou em R$ 451,38.

Entre os produtos que colaboraram com a queda no preço total da cesta básica estão o feijão com baixa de 11,33%, o tomate teve queda de 7,71%, banana -6,42%, batata com queda de 5,81%, óleo de soja queda de 1,73%, o açúcar caiu 0,92% e o pão francês diminuiu o custo em 0,59%. Por outro lado, cinco itens tiveram alta: o arroz com 3,78%, leite com aumento de 1,69%, manteiga 1,08%, a carne subiu 0,77% e o café 0,10%.

Outro cálculo realizado pelo DIEESE é o do custo da ração alimentar essencial para uma família em Curitiba composta pelo casal e dois filhos que ficou em R$1.354,14, nesse caso de acordo com o estudo seriam necessários 1,36 salários mínimos, somente para satisfazer as necessidades alimentares da família no mês de maio. A cesta básica em Curitiba tem um custo diário ao trabalhador de R$ 15,05.

Repórter Vanessa Fernandes