Foto: IDEME / Fotos Públicas

De acordo com o levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), o valor da cesta básica passou de R$ 416,41 para R$ 419,05 no último mês de dezembro, o que representa um aumento de 0,63% em relação ao mês anterior. No comparativo dos últimos doze meses, os alimentos tiveram alta de 11,76% em um ano. A pesquisa foi divulgada nesta terça-feira (8).

Um dos alimentos que mais teve alta no último foi o tomate, com variação de 102,87% no preço. Segundo o DIEESE, a oferta esteve reduzida, devido à diminuição da área plantada e ao clima seco, que propiciou o aparecimento de pragas.

Além disso, em dezembro de 2018, os preços médios do leite integral, pão francês, carne bovina de primeira, arroz agulhinha e batata, pesquisada na região Centro-Sul, apresentaram aumento na maior parte das cidades pesquisadas, na comparação com dezembro de 2017. Já o café em pó e o açúcar tiveram taxas negativas na maioria das capitais.

Conforme o DIEESE, em dezembro de 2018, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 3.960,57, ou 4,15 vezes o mínimo de R$ 954,00 vigente naquele mês.

Repórter Francielly Azevedo