Foto: Reprodução Facebook

Após onze dias de internamento, o prefeito Rafael Greca recebeu alta do Hospital Marcelino Champagnat no início da tarde desta segunda-feira (07). Greca permanecia hospitalizado desde 28 de dezembro, poucas horas antes de ser submetido a uma cirurgia de emergência, na madrugada do dia 29.

De acordo com as informações do último boletim médico, o prefeito apresentou boa evolução pós-operatória durante toda a internação, mas ficará em casa pelos próximos dias. A recomendação dos médicos é de repouso domiciliar por uma semana, “com alimentação leve e curativos na área do corte. Segundo eles, a volta às atividades na Prefeitura pode ocorrer a partir do dia 14/01”, próxima segunda-feira.

Pouco antes de deixar o Hospital Marcelino Champagnat, o prefeito fez postagens das redes sociais agradecendo pelo atendimento recebido e pontuou “saibam todos que os médicos que me salvaram trabalham no SUS curitibano, atendendo no Siate e operando no Hospital Cajuru”. Mais tarde, já em casa, gravou um vídeo em que reforça a informação.

Nas fotos publicadas, o prefeito aparece ao lado da esposa, primeira-dama Margarita Sansone, junto às equipes médica e de enfermagem que o atenderam durante o período de tratamento.

Rafael Greca foi internado com diagnóstico de reaparecimento de uma hérnia umbilical que já havia sido anteriormente operada e que estava estrangulada, ou seja, tinha a circulação interrompida, oferecendo alto risco ao paciente. Durante a cirurgia realizada em decorrência do quadro grave foi descoberta ainda uma perfuração do intestino delgado, sendo necessária a retirada de aproximadamente 30 cm do órgão.