Foto: Divulgação/Polícia Civil
Terrazza Panorâmico

O presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Paraná, Daniel Prestes Fagundes, foi preso na madrugada deste domingo (14), no centro de Curitiba.

Segundo informações da Assessoria de Imprensa da Polícia Militar, que atendeu à situação, no Boletim de Ocorrência consta que o delegado atirou contra um oficial do Corpo de Bombeiros, ao descer de um UBER e mandá-lo correr. Na fuga, o oficial foi atingido por um estilhaço no braço direito. Após o ocorrido, o delegado se hospedou em um hotel, onde foi preso.

Conduzido por uma equipe da Polícia Civil à Central de Flagrantes, o presidente da Adepol prestou esclarecimentos e foi liberado.

Antes deste fato, ele também teria disparado, em um posto de combustíveis da área central da cidade, ao se envolver em uma briga com três pessoas.

Em nota, a Adepol manifestou “apoio irrestrito ao associado e presidente da entidade”. Explicou que “após prestar os esclarecimentos, não houve prisão em flagrante”. E que “o delegado foi liberado e os fatos serão esclarecidos no inquérito policial.”

Já a Polícia Civil, também em nota, informou que “segundo o servidor, não houve qualquer desentendimento prévio entre este e o bombeiro militar”. E, ainda, que “todos os fatos (…) serão apurados. Irregularidades, caso verificadas, serão punidas, de acordo com a legislação vigente”.

Repórter Marcelo Ricetti