Foto: Google StreetView
Terrazza Panorâmico

Um preso morreu na Casa de Custódia de Curitiba (CCC), após atear fogo no próprio colchão e dar início a um incêndio na cela. O preso estava na Casa de Custódia desde o dia 28 de junho de 2018. Ele tinha histórico de tentativas de suicídio, inclusive, um dia antes havia retornado do Complexo Médico Penal, onde recebeu atendimento médico. Devido a sua condição, estava alojado na área de isolamento.

Os agentes penitenciários prestaram os primeiros atendimentos e conseguiram retirar o preso da cela com vida, mas infelizmente o detento não resistiu. De imediato, o Corpo de Bombeiros foi chamado para prestar atendimento no local. A fumaça se espalhou por uma das galerias, reforços policiais foram acionados para fazer a retirada dos presos para o pátio de sol.

A situação foi controlada e não houve danos estruturais na penitenciária, apenas na área de isolamento. Alguns presos necessitaram de atendimento no local por conta da inalação de fumaça, mas passam bem.

Uma perícia é realizada no local pelo Instituto de Criminalística.

ASCOM DEPEN