Foto: Reprodução / Google Street View
Terrazza Panorâmico

Nesta sexta-feira (13), dois homens, que são suspeitos de participar, em Almirante Tamandaré, na Grande Curitiba, da morte de George Bini, de 44 anos, foram presos. A mulher do empresário, de 39 anos, está foragida e também é suspeita do crime.

Caso sejam condenados, todos os envolvidos vão responder por três delitos graves: homicídio qualificado, destruição de cadáver e incêndio circunstanciado.

A vítima foi morta na residência em que morava, localizada no bairro Mato Dentro, no fim do mês passado, dia 29. O corpo foi carbonizado, às margens da Rodovia dos Minérios, no bairro Marmeleiro. A casa também foi queimada. Os homens detidos, de 34 e 55 anos, são um sobrinho e o ex-marido da mulher, que chegou a registrar um Boletim de Ocorrência.

No documento, ela afirmava que havia sofrido um assalto e que dois elementos invadiram a casa, agredindo o marido dela. Só que as investigações evidenciaram o envolvimento da mulher e dos suspeitos no homicídio.

Repórter Marcelo Ricetti