Foto: Divulgação/PRF

A partir da zero hora desta sexta-feira (21), a Polícia Rodoviária Federal intensifica as ações nas estradas para coibir abusos durante as movimentações mais intensas, características do fim de ano, em decorrência do período de festas. Durante os feriados, a previsão das concessionárias de pedágio é de que o fluxo de veículos aumente em até 70% na comparação com a média dos dias normais.

Para dar conta de fiscalizar toda essa movimentação, os integrantes da Operação Rodovida – que prevê esforço conjunto das esferas municipal estadual e federal – vão ganhar reforço de policiais nas duas principais datas do período. Para a operação Natal, as ações seguem até o dia 25, com o controle das rodovias federais paranaenses e prioridade para controle de velocidade com radares portáteis, o combate à embriaguez ao volante e a fiscalização de ultrapassagens proibidas. O uso do cinto de segurança e dos dispositivos como a cadeirinha e o assento de elevação, obrigatórios para crianças, também serão alvo da fiscalização específica, assim como as motocicletas.

O reforço para dar conta de fiscalizar o aumento de circulação vai se repetir ainda no período de 28 de dezembro ao 1º de janeiro com o objetivo de aumentar a sensação de segurança durante as festas de fim de ano. Passado esse período de operações conjuntas, a Rodovia se estende até o Carnaval, data com aumento do incentivo ao uso de bebidas alcoólicas e, consequentemente dos riscos de acidentes e mortes de acordo com a PRF.

No ano passado, a Polícia Rodoviária Federal registrou, nas BRs do Paraná, 192 acidentes com 162 feridos e 9 mortes nos dias 22 a 25 de dezembro. Já no período equivalente ao ano novo, os números foram de 127 acidentes, 104 pessoas feridas e duas mortes.

Nesta temporada a operação segue mobilizada até o dia 10 de março.

Repórter Cristina Seciuk