Foto: Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou, nesta quarta-feira (2), o balanço da Operação Ano Novo. A ação teve início na sexta-feira (28) e terminou na noite desta terça-feira (1º). Durante este período, sete pessoas morreram, 138 pessoas ficaram feridas e 90 acidentes foram registrados nas rodovias federais paranaenses. Entre as causas dos acidentes fatais estão a desatenção e o excesso de velocidade.

Nos acidentes com mortes, três foram colisões frontais e dois atropelamentos de pedestres. Apenas em um dos casos chovia no momento da batida. Os óbitos foram: três na cidade de Imbituva, na região central; um em Barracão, no noroeste; um em Prudentópolis, nos Campos Gerais; um em Balsa Nova e um em São José dos Pinhais, ambas cidades da Região Metropolitana de Curitiba.

A PRF também flagrou 16.556 motoristas dirigindo acima do limite de velocidade durante o feriado prolongado de Ano Novo. O número representa três mil motoristas acima da velocidade por dia.

Uma das velocidades mais altas capturada pelos radares portáteis da PRF foi de uma moto a 194 km/h, na BR-277, em São José dos Pinhais, onde o limite é 110 km/h.

Além disso, outros 610 motoristas foram autuados por ultrapassagem em locais proibidos, 506 pessoas não utilizavam o cinto de segurança, 141 crianças estavam sendo transportadas sem cadeirinha e 116 motoristas dirigiam sob o efeito de bebidas alcoólicas. No total, foram recolhidos 454 veículos.

Repórter Francielly Azevedo