Foto: Policia Civil
Terrazza Panorâmico

O vereador José Fernando de Lima, da cidade de Matinhos, foi um dos três presos na segunda fase da Operação Terra Prometida deflagrada pela Polícia Civil, nesta terça-feira (4).

Ao todo foram expedidos 12 mandados de prisão. A polícia busca nove pessoas foragidas em Matinhos, Guaratuba e Paranaguá, no litoral do Paraná.

A ação investiga um grupo criminoso que praticava golpe na venda de imóveis no litoral do Estado.

Conforme o delegado Fábio Machado, responsável pelo caso, a quadrilha teria criado uma rede de pet shops para lavar o dinheiro conquistado com o crime.

Conforme as investigações, os suspeitos utilizavam documentos falsos para enganar as vítimas e concluir as vendas. A quadrilha chegava a lavrar escrituras públicas de compra e venda dos imóveis fraudulentos no cartório de Mandirituba, cujo tabelião participaria ativamente dos golpes.

O delegado explicou qual o papel do vereador no grupo.

A associação criminosa seria comandada por uma mulher, de 48 anos, presa na primeira fase da operação, desencadeada em março deste ano. Na ocasião também foram presos o companheiro dela, um tabelião, uma escrevente juramentada e um corretor de imóveis. Todos estão em liberdade condicional.

Segundo o delegado, até agora, 44 vítimas já procuraram a polícia.

Os suspeitos irão responder pelos crimes de estelionato, associação criminosa, lavagem de dinheiro e loteamento irregular.

Quem mais denúncias sobre o caso, pode procurar a Polícia Civil.

A defesa do vereador informou que não se manifestar até ter acesso ao processo.

Repórter Francielly Azevedo