Foto: Divulgação/EBC
Terrazza Panorâmico

O Paraná teve uma redução de 35% no número de indenizações do Seguro DPVAT pago às vítimas de acidentes envolvendo motos e ciclomotores nos últimos 10 anos. Em 2009, o estado figurava na quarta posição entre as unidades da federação que mais pagou indenizações a motociclistas, com 21.334 registros. Em 2018, o número caiu para 13.850, ocupando a 16ª posição. Em todo o período, foram 245.863 indenizações a motociclistas. Os dados foram divulgados pela Seguradora Líder, que administra o seguro obrigatório.

A superintendente da Seguradora Líder, Maria Valins, destaca que a redução é positiva, no entanto, os números ainda são preocupantes.

Do total de indenizações a motociclistas pagas pelo Seguro DPVAT no Paraná, no ano passado, 943 foram por morte; 2.252 por despesas médicas e 10.665 foram por invalidez permanente.

No cenário das cidades, em 2009, Curitiba era a primeira entre as dez cidades do Brasil que mais tiveram indenizações de motociclistas. Em 2018, a capital paranaense não figurou mais no topo e nem entre as dez. Ainda assim, Curitiba continua a cidade da região Sul que mais paga indenizações aos envolvidos em acidentes com motos. Para chegar a esses índices é feito o cruzamento proporcional do número de acidentes com a quantidade de frota local.

Maria Valins ressalta que a falta de cuidado ainda é a principal causa dos acidentes.

Em todo o país, nos últimos 10 anos, mais de 3,2 milhões de vítimas de acidentes de trânsito envolvendo motos e ciclomotores foram indenizadas pelo Seguro DPVAT. Pelo menos 200 mil pessoas morreram e 2,5 milhões ficaram com invalidez permanente em função das ocorrências. Números preocupantes se considerar que as motos representam apenas 27% da frota do país.

Os acidentes com esses tipos de veículos representam 72% do total de pagamentos efetuados pelo seguro obrigatório.

Em relação ao perfil das vítimas, os motociclistas são os mais atingidos nos acidentes com motocicletas e ciclomotores. Os pedestres são o segundo tipo de vítima. 

Repórter Francielly Azevedo