Foto: Ilustração / Divulgação - DPPR

Um balanço do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen) mostra que quase 95% dos presos que cumprem pena em regime semiaberto retornaram ao sistema prisional após a liberação para as festividades de fim de ano. Eles cumpriram os prazos determinados previamente para a reapresentação.

Segundo o levantamento, divulgado na quinta-feira, 67 dos 1.540 apenados neste tipo de regime não retornaram às unidades prisionais. Isto representa um índice de evasão de 4,35%. O diretor-adjunto do Depen, Cezinando Vieira Paredes, explica que a proporção foi menor daquela registrada no mesmo período do ano passado.

Os presos que não se apresentaram nas unidades penais depois das festividades de fim de ano são considerados foragidos, de acordo com Cezinando Paredes.

As razões para os presos não retornarem ao sistema prisional são bastante variadas. Elas passam por motivos de saúde, por exemplo. Mesmo assim, devem ser justificadas. O diretor-adjunto do Depen explica que podem ocorrer punições pela demora na reapresentação.

Apesar da evasão registrada, Cezinando Paredes considera a saída temporária como uma medida eficaz para aqueles que estão no regime semiaberto.

O Depen ainda esclarece que o benefício da saída temporária também visa a atribuição de mecanismos de recompensas e de aferição do senso de responsabilidade e disciplina de quem cumpre a pena no regime semiaberto.

Repórter Joyce Carvalho

Deixe uma mensagem