Foto: Fabio Wosniak/Atlético-PR

O sistema biométrico da Arena é o resultado de um convênio entre o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) a Celepar, o Detran-PR, a Secretaria de Segurança Pública do Paraná e o Atlético.

Os quatro mandados de prisão em aberto foram cumpridos no jogo entre o Atlético Paranaense e o Atlético Mineiro no último domingo. Os mandados foram identificados na catraca do estádio, por intermédio da consulta biométrica aos dados referentes à segurança pública.

Somente as Polícias Civil e Militar têm acesso a esses dados, para viabilizar o cumprimento dos respectivos mandados. Os infratores foram identificados na catraca por Policiais Militares e encaminhados para lavratura dos procedimentos legais na Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos.

Ainda de Acordo com TJ-PR, a ideia é incentivar e aperfeiçoar o uso da tecnologia em favor da Segurança Pública.

Repórter Fabio Buchmann

Deixe seu comentário