O governador eleito do Paraná, Ratinho Junior (PSD), se encontrou com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), nesta terça-feira (4), em Brasília. No Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), Ratinho apresentou um projeto de ligação dos portos de Paranaguá, no litoral do Paraná, e de Antofagasta, no norte do Chile.

Os recursos para o projeto, que sugere uma ligação ferroviária e rodoviária entre os portos, viriam de uma parceria com a usina binacional de Itaipu, que entraria como sócia.

De acordo com o governador eleito, o projeto é um desejo antigo que vai ajudar o agronegócio brasileiro ao interligar o Atlântico e o Pacífico. Seria um caminho mais curto para chegar aos países importadores da Ásia, principalmente a China.

O governador eleito sugeriu o apoio da Itaipu Binacional por que a interligação entre os dois oceanos também interessa ao Paraguai.

Para Ratinho, a integração regional é fundamental para o desenvolvimento da economia “com investimentos que gerem emprego, renda e prosperidade”.

Pacto federativo

Ratinho Júnior afirmou também que o novo pacto federativo entre União e Estados depende da aprovação de reformas como a da Previdência e a tributária. “Temos ambiente para realização das reformas, há uma consciência por parte da população, do empresariado e dos parlamentares”, completou.

Repórter Lucian Pichetti