Foto: Divulgação / Receita Federal
Terrazza Panorâmico

Nos nove primeiros meses deste ano, a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu fez 70 operações em Centros de Distribuição de remessas postais, em várias cidades das regiões Oeste e Norte do Paraná. Como resultado das ações, foi retido um grande volume de mercadorias em situação irregular.

A não comprovação de regularidade na importação das mercadorias foi o principal motivo das apreensões. Ela pode tanto ter sido pela falta de nota fiscal ou documento semelhante quanto pela apresentação de documentos suspeitos ou falsificados.

Juntos, estes volumes, que seguiriam para diversos destinos no País, equivalem a R$ 5,785 milhões. E superam, em valor, o resultado obtido no mesmo período de 2018 (R$ 5,340 milhões).

Repórter Marcelo Ricetti