Foto: Reprodução/YouTube
Terrazza Panorâmico

O ex-chefe de gabinete do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), Deonilson Roldo, prestou depoimento nesta quarta-feira, ao juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Criminal de Curitiba. Ele é acusado na Operação Piloto, referente à 53.ª fase da Operação Lava Jato. E negou ter atuado junto à Odebrecht para limitar a concorrência no processo de licitação da rodovia PR-323, que o governo do Paraná abriu em 2014, em regime de Parceria Público-Privada.

Roldo também é acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de ter aceitado ajudar a empreiteira em troca de recursos, naquele mesmo ano, para a campanha de reeleição de Richa. E, mais uma vez, negou perante o juiz.

Em vários momentos, Deonilson Roldo se emocionou. E em um deles, o juiz Paulo Sérgio Ribeiro, chegou a interromper o depoimento.

Repórter Marcelo Ricetti