Foto: Colaboração
Terrazza Panorâmico

Mais seis suspeitos de participação na explosão de uma agência bancária, no Centro de Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba, foram presos nesta terça-feira (9). Com eles, a polícia apreendeu armas, inclusive de uso restrito, munições e até fardas da Polícia Militar.

Os suspeitos foram levados para o Centro de Operações Policiais Especiais (COPE), unidade de elite da Polícia Civil.

Além deles, na noite de segunda-feira (8), um suspeito também foi preso suspeito de participação no crime. Ele estava com dois carros adulterados, que teriam sido utilizados para a fuga depois da explosão da agência bancária.

Segundo a Polícia Militar, ao menos 15 pessoas participaram do crime, inclusive trocando tiros com uma equipe policial que flagrou os bandidos ainda dentro do banco na Região Metropolitana.

O major Tavares da Polícia Militar conversou com a Rádio CBN Curitiba e frisou que um dos veículos apreendidos tinha placas de aço com pequenos furos, por onde os bandidos atiravam.

Além da explosão em Quatro Barras, a polícia investiga a participação dos suspeitos presos em um assalto a uma agência bancária em Matinhos, no Litoral do Paraná, no dia 05 de julho. Na situação, funcionários e clientes do banco foram feitos reféns.

Por serem crimes envolvendo bancos públicos, ambos os casos foram repassados para a Polícia Federal, que atua em conjunto com as polícias Civil e Militar para identificar outros suspeitos da quadrilha.

Repórter William Bittar