Foto: William Bittar

Quem circula por Curitiba já se acostumou a ver bicicletas e patinetes amarelos espalhados pela cidade. Há um mês o serviço de compartilhamento dos meios de transporte da empresa Yellow têm mudado a forma de o curitibano se locomover.

Segundo o gerente de relações públicas da Yellow, Marcel Bely, desde 22 de janeiro a novidade conquista novos adeptos a cada dia.

A demanda é tanta que a área de atuação do patinete deve ser ampliada.

Os primeiros dias de atuação do serviço na capital foram marcados pela intolerância. Bicicletas foram furtadas e vandalizadas. De acordo com o gerente de relações públicas da Yellow, este tipo de ocorrência era previsto e tem sido combatido com apoio das autoridades.

Hoje o aplicativo funciona no Centro, Centro Cívico, Ahu, Cabral, Juvevê, Alto da Glória, Hugo Lange, Alto da Rua XV, Batel, Seminário, Rebouças e Campina do Siqueira.

Marcel explica que há previsão de expandir o serviço para outras cidades do Paraná, mas, que no momento, o foco é todo em Curitiba.

Só que os dias de exclusividade da Yellow podem estar contados. A superintendente de trânsito Rosangela Battistella admite que o serviço de compartilhamento de bikes e patinetes deve ser expandido com a chegada de novas empresas.

Repórter Lucian Pichetti