Foto: Agência Estadual de Notícias
Terrazza Panorâmico

Estamos no mês de setembro, o mês dedicado à prevenção do suicídio. Neste ano, o foco da campanha nacional é o bem estar e a saúde mental de crianças e adolescentes. A técnica da Divisão de Saúde Mental da Secretaria de Estado da Saúde, Flávia Carolina Figel, destaca que nesta faixa etária é mais difícil identificar quem está precisando de ajuda emocional.

Apesar da dificuldade, algumas mudanças comportamentais podem demonstrar que algo está errado.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o suicídio é a quarta principal causa de morte entre jovens com idade entre 15 a 29 anos.

A proposta do Setembro Amarelo é debater o assunto inteirando a população e os profissionais da saúde para que reconheçam os sinais de risco e possam auxiliar no tratamento.  

O Centro de Valorização da Vida atua na prevenção ao suicídio por meio de apoio emocional às pessoas em situação de risco. O CVV tem uma rede de voluntários treinados à disposição de pessoas que querem e precisam conversar. O telefone é o 188. As ligações são gratuitas e sigilosas.

Ouça a íntegra da entrevista de Flávia Figel.