Uma mulher, de 31 anos, foi presa nesta quarta-feira (13), em Pontal do Paraná, no litoral do estado, suspeita de estelionato e supressão de documentos. Em seu perfil na rede social, a investigada fez uma postagem com uma “selfie” em que escreveu de legenda: “Prenda-me se for capaz”.

De acordo com a delegada Ellen Victer Martins, o post foi um afronta às vítimas e à administração da justiça.

Com um perfil falso, a mulher oferecia na internet vagas de emprego fácil com salário acima do mercado. Após fisgar as vítimas, ela solicitava valores que variavam de R$ 100 a R$ 800 para compra de apostilas de curso de formação, além da Carteira de Trabalho. O curso nunca aconteceu e os empregos não existiam.

Ao todo, 23 vítimas foram identificadas. Segundo a delegada, a mulher disse que se permanecer presa vai continuar atualizando as redes sociais.

Ela deve responder por estelionato e supressão de documentos.

Repórter Francielly Azevedo