Foto: Divulgação/Polícia Civil

O suspeito de assassinar o dono de uma lotérica no bairro Juvevê, em julho de 2016, foi preso neste fim de semana, em Ponta Grossa. A prisão aconteceu no bairro Cará-cará, onde o homem vivia.

O crime aconteceu no dia 9 de julho de 2016. O dono da lotérica, de 48 anos, foi morto com sete facadas.

O homem entrou armado na lotérica, na Avenida João Gualberto, e rendeu o comerciante e mais dois clientes. Conforme relatos, o suspeito mandou as testemunhas deitarem de costas, que só perceberam o crime quando o dono da lotérica caiu no chão.

Apesar de ter sido tratado inicialmente como latrocínio, o crime segundo o delegado-operacional André Feltes, da Delegacia de Furtos e Roubos, teria motivação passional.

Na época do fato, a polícia disse que recolheu imagens de câmeras do comércio local e praticamente esgotou as opções de investigação para prender o homem.

Embora tenha confessado o crime, como motivação passional, a polícia ainda não descartou o latrocínio, já que o homem teria roubado R$ 300 de uma testemunha.

O homem segue detido na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) à disposição da Justiça.

Repórter Francielly Azevedo

Deixe seu comentário