Foto:José Fernando Ogura / AEN
Terrazza Panorâmico

A Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) anunciou, nesta quarta-feira (4), um projeto piloto para aplicação de tarifa diferenciada do transporte coletivo em horários de menor movimento. A nova tarifa, de R$ 3,90 (R$ 0,60 a menos que a tarifa convencional), será aplicada na linha Pinhais/Guadalupe a partir da próxima segunda-feira (9), nos períodos entre às 9h e às 11h; 14h e 16h; e 20h e 00h.

Segundo o presidente da Comec, Gilson Santos, a ação será testada por três meses para avaliar se outras linhas podem receber o projeto.

O objetivo da ação é combater dois grandes problemas do transporte coletivo: a lotação dos veículos em horários de pico e a subutilização dos ônibus nos horários contra pico. Isso porque nesses horários metade da frota fica parada na garagem em função da baixa demanda.

O presidente da Comec explicou a escolha da linha Pinhais/Guadalupe para o teste.

Para ter o desconto, o passageiro precisa pagar a passagem com o Cartão Transporte Metropolitano e nos pontos de parada do ônibus. São excluídos terminais, exceto aqueles em que é possível entrar pela porta da frente do coletivo. Os embarques realizados no terminal de Pinhais estarão sujeitos ao pagamento convencional da tarifa, já que é feito na entrada do terminal ou nas linhas integradas. Já no Terminal do Guadalupe, como o pagamento é realizado diretamente no veículo, a cobrança será a da tarifa diferenciada.

Os testes segundo a Comec serão feitos até o próximo dia 29 de novembro.

Repórter Francielly Azevedo