Terrazza Panorâmico

Tiago Nunes recusou uma proposta do Atlético Mineiro e confirmou para a diretoria do Athletico Paranaense, em uma reunião nesta sexta-feira (12), que não vai trocar de clube. O treinador foi convidado para a vaga aberta com a demissão de Levir Culpi, quinta-feira (11), um dia após a goleada sofrida para o Cerro Porteño, por 4 a 1, em Assunção, pela Copa Libertadores da América.

O convite irritou o principal dirigente rubro-negro, Mario Celso Petraglia, presidente do conselho deliberativo, que utilizou o Twitter para chamar de antiética a atitude do alvinegro e chamar de traidor o diretor de futebol Rui Costa, que foi demitido em janeiro no Athletico Paranaense e apresentado nesta sexta pelo Atlético Mineiro: “Incrível, é verdade, o ‘Mineiro’ de forma antiética fez proposta milionária ao nosso técnico T Nunes! O próprio presidente, seu vice e o traíra Rui Costa participaram em viva voz do telefonema! Desespero total! Esqueceram eles que o TN é de homem de palavra, trabalha no Paranaense!”.

Para mudar de cidade, Tiago Nunes propôs que o clube mineiro levasse mais quatro integrantes da comissão técnica paranaense, o que não foi aceito pelo clube de Belo Horizonte.