Foto: torcida, redes sociais
Terrazza Panorâmico

O Hospital São José, em São José dos Pinhais, para onde o torcedor que teve a mão dilacerada pela explosão de um sinalizador e passou por uma cirurgia, não informou se houve a necessidade de amputação, segundo informações da Gazeta do Povo. Mas um amigo da família disse que, nos próximos dias, o torcedor, que preferiu não se identificar, precisa de outros procedimentos. Um deles, para avaliar se a reposição da mão atingida será possível.

O incidente ocorreu na festa da torcida do Athletico no aeroporto Afonso Pena, durante o embarque do time para Porto Alegre. O artefato que ele segurava aceso explodiu na mão dele.

Alguns guardas da PM que acompanhavam o ônibus do time rubro-negro socorreram o torcedor imediatamente. Um dos funcionários da Tretis TV, que faz coberturas do Athletico, fez um relato da situação na rede social:

Confira o exato momento em que a bomba explode na mão do torcedor. Ele acabou perdendo metade da mão com a explosão.

O torcedor foi levado para o Hospital São José, em São José dos Pinhais, depois da explosão. O estado de saúde dele é estável. O homem, de 38 anos, foi submetido a uma cirurgia e passa bem.

O Athletico Paranaense enfrenta amanhã o Internacional as 21h30 pelo segundo jogo da final da Copa do Brasil.