Foto: Polícia Civil do Paraná

Nesta quarta-feira, a Polícia Civil do Paraná deflagrou a 3.ª fase da Operação “Predadores na Rede”. A ação tem como objetivo combater a pedofilia e o abuso infanto-juvenil na internet. Quatro homens foram presos, nos bairros Uberaba, Cajuru e Vila Fanny. Eles têm idade entre 29 e 54 anos. Um deles, foi preso por não pagar pensão alimentícia. Já os outros três, estavam em posse de material de abuso infantil, como explica o delegado Demetrius Gonzaga, do Núcleo de Combate aos Cibercrimes.

Durante a ação, os policiais encontraram aproximadamente 500 arquivos de abuso infantil e mais de 12 mil arquivos pornográficos. Entre eles, centenas de fotos e vídeos de crianças e adolescentes,  em situação de exploração sexual. Também foram apreendidos computadores, HDs e celulares, para verificar se há mais materiais ilegais e se eles foram compartilhados.

Os homens foram autuados por posse de material de abuso infantil. Segundo o delegado Demetrius Gonzaga, eles estão sujeitos a penas complementares.

Na semana passada, durante a segunda fase da operação, um professor da rede estadual de ensino foi preso. Com ele, haviam arquivos semelhantes, de exploração sexual infanto-juvenil, e um revólver.

Repórter Marcelo Ricetti