Foto: Divulgação Polícia Civil

Dois homens, de 35 e 42 anos, e uma mulher, de 24 anos, foram presos, em Curitiba, suspeitos de crimes de estelionato. Naturais do estado de Minas Gerais, o trio estava de passagem pela capital paranaense somente para aplicar os golpes. Eles foram apresentados nesta sexta-feira (29), pela Polícia Civil.

De acordo com o delegado-adjunto da Delegacia de Estelionato (DE), Rodrigo Souza, os suspeitos se passavam por funcionários de uma construtora e usavam sites de compras para enganar as vítimas. Os vendedores entregavam produtos e em troca recebiam cheques falsos.

A polícia chegou até os suspeitos após cruzar as informações dos boletins de ocorrência registrados na delegacia. Eles foram presos em flagrante em um hotel próximo a Rodoviária, no Centro de Curitiba, onde aguardavam para fazer mais uma vítima. Durante a abordagem vários objetos comprados com a fraude foram apreendidos.

Segundo o delegado, no momento da prisão eles não reagiram e confessaram o crime. Com os suspeitos foram encontrados aparelhos eletrônicos e celulares conseguidos por meio do golpe.

O delegado orienta a população para não cair em golpes como este.

Os três já têm passagens pela polícia e também agiam em outros estados. Eles ficarão presos em Curitiba e, se condenados, podem pegar até oito anos de prisão pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

Repórter Francielly Azevedo

Deixe seu comentário