Foto: Marcos Solivan/UFPR
Terrazza Panorâmico

Ainda no ciclo da erva mate   Curitiba se projeta como importante polo de desenvolvimento, já que por aqui passavam e se hospedavam importantes engenheiros e arquitetos empenhados na construção de estradas, pontes e palacetes. Alguns vinham do Brasil outros do exterior. 

O movimento era grande por conta da construção da Estrada de Ferro Curitiba Paranaguá.

Com a crescente necessidade de mão de obra especializada em diversas áreas, inicia um movimento em prol da criação da Universidade Federal do Paraná.  

Em 19 de dezembro de 1912, o médico que havia atuado na política, deixa a atuação pública para inaugurar a primeira Universidade do país. A afirmação de Victor Ferreira do Amaral na inauguração descreve a importância da conquista   O dia 19 de dezembro representou a emancipação política do Estado   e deve também representar sua emancipação intelectual  

A Curitiba dos dias atuais   conta com mais de 50 universidades, faculdades e centros universitários. 

Na educação fundamental é possível observar a diversidade cultural na formação de Curitiba.  Escolas instaladas na cidade   após o movimento imigratório do início do século XIX   trouxeram na bagagem seus vínculos e cultura.

Há escolas com forte influência alemã   diversas entidades educacionais na cidade   que representam os ensinamentos franciscanos   que além da conotação religiosa tem forte influência da cultura italiana, ainda há escolas influenciadas pelas culturas portuguesa, espanhola, polonesa, ucraniana, árabe e judaica.  Contemplando a maioria da origem imigratória de Curitiba.