UFPR comemora Dia da Árvore com distribuição de 3 mil mudas de araucárias

UFPR comemora Dia da Árvore com distribuição de 3 mil mudas de araucárias
Foto: Divulgação/UFPR

Como comemorar o Dia da Árvore com estilo? Que tal distribuir três mil mudas de araucária? É o que a Universidade Federal do Paraná vai fazer neste 21 de setembro. A iniciativa é do Departamento de Fitotecnia e Fitossanitarismo, juntamente com o Grupo de Estudos para a Valorização da Araucária (Geva), que é coordenado pelo professor Flávio Zanettte.

“Nosso departamento de zootecnia, por tradição, sempre comemora o dia da árvore com o plantio de árvores e promove uma discussão sobre a importância das árvores. Esse ano eu me ofereci para colocar a disposição 3 mil mudas de pinheiro, graças a uma aluna que me liberou essas mudas. A novidade fica por conta do pinheiro enxertado, minha equipe vai ficar o dia todo no viveiro explicando como se faz enxerto em araucárias.” Disse o professor especialista em pinheiros.

Das 8h30 até as 16h30, os interessados poderão retirar até 20 mudas, gratuitamente. As mudas foram produzidas pelo Geva e pela aluna do curso de Agronomia Rosemary Eisenberg, que possui um viveiro de plantas.  É necessário levar caixas ou sacolas para transportar as mudas. A doação será ao lado do Departamento de Fitotecnia e Fitossanitasimo, no Setor de Ciências Agrárias da UFPR, que fica na Rua dos Funcionários, 1540, Cabral, Curitiba.

Zanette voltou recentemente de um período de dois meses na Itália. Segundo ele, lá, a árvore é tratada com muito mais respeito.

“Eu morei na Itália por quase dois meses e fiquei atento ao manejo da arborização. Ali eu vi a diferença do conceito de árvore para uma cultura mais antiga, a relação é bem diferente da nossa que tem um conceito predatório, de só derrubar”concluiu Zanette.

Outra ação comemorativa do Dia da Árvore será o plantio de uma muda de Araucária no Setor de Ciências Agrárias da UFPR. “A muda é selecionada de uma matriz que produz pinhas de cerca de sete quilos, bem acima da média”, explica o professor Flávio Zanette. O plantio está marcado para as 11 horas, com a presença de alunos e professores do campus.

Repórter Lucian Pichetti